Badboy of' Mine - Capítulo 41 -parte 1

| | |
- Surpresas 
d
Eu morreria por você, menina, e tudo o que eles conseguem dizer, é: "Ele não faz o seu tipo". Eles nunca se cansam de me criticar. Fui incompreendido por toda a minha vida mas o que eles estão falando, menina, me corta como uma faca. Bom, finalmente encontrei o que estava procurando e se eles tiverem chance, eles certamente destruirão. Querida, fiz tudo o que pude, agora é com você... -Girl, You'll Be A Woman Soon/ Overkill

SeuNome P.O.V's
jh
Me espreguicei incontáveis vezes sentindo um mal-estar inexplicável. Mas mesmo assim, droga, eu não conseguia parar de sorrir. A cortina empoeirada estava levemente aberta e deixava raios de luz fortes da manhã fazerem aquele efeito arco-íris nos lençóis brancos. No primeiro degrau abaixo da cama estava uma bandeja de madeira com café e algumas frutas fatiadas. Eu estava sozinha. Coloquei os pés para fora sentindo o gelado dos degraus, vi meu vestido jogado em um canto todo amassado e rasgado, nem indícios da minha lingerie. Que maravilha. Fui para o banheiro nua e abri bem a janela para que sentisse aqueles raios de sol sobre mim enquanto me banhava. Abri o chuveiro vendo que tinha mofo em cima das tubulações de água, aquele lugar realmente parecia estar caindo aos pedaços. Quando saí, me enxuguei rapidamente com uma das toalhas disponibilizadas pelo motel e me vesti com o que sobrara do vestido.

- Nossa, esse negócio tá horrivel. -ouvi sua voz atrás de mim e pelo seu tom ele estava tão de bom humor quanto eu.
Eu: Culpa sua. Rasgou um pouco curto demais. -um sorriso de canto se formou em seus lábios e ele caminhou até a cama bagunçada se sentando na beira dela.
Zayn: Ontem você não estava preocupada com isso.
Eu: É, mas era anoite, as pessoas não percebiam muito bem, e nós estávamos tomados por algum surto maluco. -ele não parecia nem um pouco arrependido, pelo contrário, olhava um vestido de luxo transformado em trapo com o maior orgulho no olhar.
Zayn: Quer usar a minha jaqueta por cima? Acho que pode aparentar que você está mais vestida. -riu.
Eu: Sem graça! -me olhei no espelho com aquela coisa curta.
Zayn: A proposta da jaqueta expira em 4...3...2..
Eu: Tá bom, tudo bem! -disse desesperadamente e ficamos em silencio por algum tempo, Zayn sorria para o nada e eu desisti de tentar me convencer que podia sair na rua com aquilo. -Que foi, idiota?
Zayn: Acho que nunca mais vou olhar uma dessas malditas barras de pole dance sem lembrar de você. -não pude conter a vontade de rir. -Pelo visto você nem tocou na comida né?
Eu: Quando acordei fui direto pro banho, ia comer depois. -na verdade não ia, mas não queria fazer desfeita. -Obrigada.
Zayn: Não por isso. -piscou e pegou uma torrada que tinha ali.
Eu: Por que saiu de novo depois de já ter trazido a comida?
Zayn: Na verdade foi o cara da recepção que trouxe quando eu falei que estava atrasado e precisava pegar uma coisa no carro.
Eu: O QUÊ?! -arregalei os olhos -Eu estava pelada nessa cama, Zayn! -o enchi de tapas, e ele só dava risada da minha cara enquanto quase se engasgava com a torrada, abriu a boca cheia para falar mas eu fui mais rápida -Espero que morra engasgado, não acredito que deixou um homem entrar aqu...
Zayn: Você acredita em tudo mesmo! -diante da minha cara de tacho, nem preciso dizer que ele riu mais. -Vingancinha leve pelos sustos que você me dá.
Eu: Sem graça. -falei baixo para mim mesma.
Zayn: Você já disse isso.
Eu: E repito! Sem graça, sem graça!
Zayn: E você é prepotente.
Eu: Você também já disse isso.
Zayn: E repito!
Eu: ARGH! Você não consegue não implicar comigo né?
Zayn: Implicar? -disse totalmente calmo. -Mas eu só estou tomando café da manhã. -respirei fundo e ignorei a dor de cabeça desgraçada que me atormentava. -Ah, eu deixei uma mensagem na secretária eletrônica de casa dizendo que estamos bem e chegamos antes do almoço. Só pra amenizar aquelas broncas que sei que vou ouvir.
Eu: Meu Deus, os garotos! -me toquei pela primeira vez sobre o plano e o quanto nos desviamos dele. -Eles vão cair matando em cima de nós dois quando voltarmos. Estou muito feliz pra passar por isso.
Zayn: Se nos aborrecer, transamos de novo. E de novo, e de novo, quantas vezes precisar para voltarmos a sorrir. -a malicia cada vez mais tomava conta de suas palavras.
Eu: Você age tão gay as vezes. -sorri me curvando em sua direção e lhe roubando um beijo rápido.
Zayn: Tem algum remédio de dia seguinte com você?
Eu: Tenho, tá na bolsa. -respondi voltando a me distrair. Ele alcançou pra mim e revirei os olhos. Aquela novela continua, mais conhecida como "sou bom demais para usar camisinhas e você que tome comprimidos depois". Zayn me deu a xícara de café intocada da bandeja e um dos comprimidos. Olhei para cima e senti um aperto no peito. Uma sensação...estranha. Parecia com aquela de se estar sendo observado que eu sentia sempre mas era mais internamente tensa. Abri a boca mas não consegui tomar aquilo e nem ao menos dizer que não conseguia.
Zayn: SeuNome, você já me engoliu quase inteiro uma vez e não consegue engolir um comprimido? -riu de seu próprio comentário inconveniente enquanto eu sentia minha visão enturvecer e o vômito ácido de álcool subir pela minha garganta. -Meu Deus, SEUNOME! -se levantou fugazmente tentando me levantar do chão. -Tudo bem?
Eu: E-eu tô bem. -disse fraco e ele segurou meu cabelo tentando me ajudar. -Acho que estou naquela ressaca que previu pra hoje. -rimos e Zayn conseguiu me levantar, fui me lavar e sugeri que já devíamos ir. Suas mãos grandes colocaram a minha volta seu paletó preto antes de deixarmos o motel.

[...]

Depois de Zayn ter pago pelos estragos nada convencionais (eu acho) no quarto, incluindo o espelho rachado pela bala e meu vômito perto da porta, pegamos a estrada para casa. Me ocorreu pela primeira vez em muitas horas nossa atual situação. Antes parecia que o mundo tinha parado, e eu queria voltar para aquele momento e repetir. Esquecer que tinha noção do tempo. Mas então logo, estava avistando a mansão e o carro de Zayn. O dia acabava de começar, e eu estava buscando todas as minhas forças para enfrentá-lo. O carro parou, exatamente em seu lugar habitual na garagem e ele me olhou de soslaio.

Eu: Acha que devíamos dar uma desculpa? Dizer que estávamos...
Zayn: Ah meu bem...depois de tanta diversão que tivemos...Não. -seus olhos sorriam, havia um certo brilho exalando dele. Desceu e seguiu para dentro, eu ainda continuei um tempo no carro, juntando meu celular, sapatos, luvas e coisas espalhadas durante a madrugada. Quando ia deixar a garagem percebi a van ali, estacionada ao fundo e coberta por uma capa forrada e involuntariamente sorri maliciosamente pensando em como Mitchell deve ter ficado ao ficar sabendo que foi "roubado".

- Você gosta de pensar que tem controle de tudo, mas não é assim. -o som imponente me tirou do transe, olhei para dentro de casa e Jack discutia com Zayn bem ali perto da entrada. Bufei e entrei, mas isso não interrompeu Jack. -Mano você quer morrer, só pode. Fugiu da rota, desligou o rastreador...nem preciso falar que ficamos a noite inteira tentando falar com vocês e nada.
Zayn: No fundo você sabia que eu...que nós -me olhou de relance-, estávamos bem.
Jack: Saber eu sabia, agora, não custava uma confirmação que vocês saíram bem da explosão né.
Eu: Ah, cara, vocês não vão brigar, né?! -falei enquanto os dois se encaravam. Mas que merda. -Está tudo lá? -tentei mudar de assunto.
Jack: Sim, as malas estão na van. -suspirou. -Não acha que devemos sumir por um tempo? O Mitchell não vai deixar isso barato assim. -e eu achando que depois dessa íamos ter um pouco de paz, mínima que fosse. Eu tenho problemas.
Zayn: Você sabe que não.
Jack: Mais uma coisa, só pra constar, Andrew Payne está na cidade, o que significa que não dá mais para deixar o serviço de lado por causa daqueles filhos da puta. -Zayn assentiu, finalmente parecendo prestar atenção ao que ele dizia.
Zayn: Tá, olha...-mordeu o lábio pensativo. -Vamos a fronteira amanhã, hoje descansamos e colocamos aquelas merdas da van no depósito. Anoite vocês saem pra vender. -saiu dali ameaçando subir as escadas mas a voz do amigo o interrompeu.
Jack: Ah, eu já ia esquecendo. -sua expressão parecia frustrada. -Cara, uma encomenda chegou no começo da manhã.
Zayn: Quer dizer mais carregamento?
Jack: Não, entrega mesmo. De correio. -foi a vez de Zayn juntar as sobrancelhas em confusão.
Zayn: Mas eu não encomendei nada, deve ter sido alguém daqui...
Jack: Foi o que eu pensei, mas tem o seu nome na caixa. Então o Dan achou melhor esperar que você chegasse e blá blá...-falou entediado e Zayn voltou correndo até nós onde seus olhos freneticamente procuraram e acharam, em cima da mesa da cozinha uma caixa de algum material grosso. Ele hesitou em se aproximar dela, parecia até paralisado. Aquilo me deixou muito tensa, sentia como se ele tivesse uma ideia do que pudesse ter ali dentro. Isso me amedrontou, logo depois de perceber que ele reagiu dessa maneira. Jack abriu a boca para falar algo, mas desistiu, esperando que seu amigo abrisse. Zayn apanhou-a para seu alcance, e eu senti aquela sensação de quando algo muito ruim está para acontecer, a sensação que você não faria a menor ideia de como explicar se precisasse. Algo em mim me dizia que eu não devia deixa-lo abrir, mas não sei porquê, continuei parada sem mover um músculo na expectativa. Seu cenho se franziu quando confirmou que estava escrito "Zayn Malik" no destinatário, e mesmo hesitante, o vi abrir.
Do angulo em que eu estava não conseguia enxergar dentro dela, mas Zayn encarava o conteúdo da caixa em choque. Diante do silencio absoluto ali, o único barulho existente foi o de sua garganta engolindo em seco sem piscar nem por um segundo. Tentei me aproximar mas antes que pudesse, a voz dele finalmente saiu.

Zayn: Cara, não deixa ela ver. -Jack segurou os meus braços e lutei contra ele no primeiro momento. O que havia ali? O que podia ser tão ruim a ponto de eu não poder ver depois de já ter visto tanta coisa? Atrás de mim sua cara parecia a de quem queria vomitar, até a cor de seu rosto estava diferente. Quando ele estava com a guarda baixa, me sacudi com força e os braços de Jack me largaram, o empurrei para longe correndo até a mesa.
Eu: NÃO! NÃO! -berrei ao ver o corpo de Frank em pedaços grande e pequenos, todo coberto de sangue com o órgãos por toda parte em migalhas e a cabeça por fim, jogada por cima. Um calafrio violento tomou conta do meu estômago embrulhado, e tive a certeza de que se o mal pudesse cheirar, cheiraria como aquilo. Morte. O mundo em volta reapareceu quando voltei a olhar o rosto de Jack quase esverdeado após ele ter vomitado perto do lixo.
Eu: Por que fariam isso?! -disse tão fraco que acreditei que ninguém além de mim tinha ouvido. Jack me olhou atônito e passando mal, mas segundos depois direcionou seu olhar para Zayn. Parecia estar esperando pela resposta mais ansiosamente do que eu! Nós sabíamos que eles se vingariam, como o castanho disse, não deixariam barato o roubo de ontem, mas isso...isso era o limite. Eu sabia que Frank havia morrido no tiroteio quando foram resgatar Zayn, mas não tinha passado pela minha cabeça que o corpo dele ficou no território do Mitchell. Essa havia sido a jogada perfeita por ele. Essa paranoia e violência sem fim nos negócios era coisa de louco, e agora mais do que nunca eu percebi o quando as coisas fugiram do controle. Eu sabia, e pelo olhar marejado e nervoso de Zayn, devia ser mais ou menos o que também passava por sua cabeça.
Zayn: Aquela...prostitutazinha barata. -sibilou com tanto ódio e calmamente que parecia um psicopata. -Eu.Vou.Acabar.Com.Ela.
Jack: Q-quem?
Zayn: AQUELA VADIA MEDÍOCRE DA TAL GENA! -gritou, assustando-me ainda mais com aquela situação. -ESSA FOI A PORRA DA ÚLTIMA VEZ QUE ELA TENTA ME ATINGIR USANDO AS PESSOAS QUE EU AMO! -varreu a pia com os braços rapidamente atirando tudo ali no chão. -FILHA DA PUTA! -jogou o copo ao seu lado na parede com toda a força. Por que ele agia como se isso tivesse sido obra dela? 
Jack: O que você pretende fazer? -sua voz foi mais alta que o barulho das coisas ali se quebrando. Novamente a raiva agia por ele, e eu temia de corpo e alma porque sabia que iria dar merda, tendo a confirmação quando Zayn passou por nós esbarrando no meu ombro com a maior expressão de ódio que eu já tinha visto em alguém. 


CONTINUA...
Oi Oi! Mds esse mês foi agitado no fandom hein? 5 anos de banda, agora single novo. É legal os meninos se mostrarem persistentes dando o melhor de si como prometeram, isso com certeza me deixa mais orgulhosa impossível! Até aqui nós passamos por algumas crises mas acredito que esse álbum vai trazer a nova era da banda, como muitas fãs mesmo estão falando. Estou MORRENDO de ansiedade, acredito que vocês também kk. 
Eu sei que o capítulo ficou pequeno, mas eu estou meio doente e resolvi dividir em duas partes (o restante das tretas ~carinha maligna~
Vou fazer de tudo para postar a segunda parte essa semana. Obrigada por tudo gente <3

22 comentários:

  1. Bem eu estava comendo. Obrigada por me fazer imaginar 😂😂😂😂 Mas continua logo! Está pfta. ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MDS KK Ops...espero q vc e a sua comida estejam bem.
      De nada, q isso amr. Pode deixar amr, a parte dois já está em andamento aqui ♥
      xx

      Excluir
  2. Sou leitora nova. E quero dizer q amo demais essa fic velhho. Todo dia eu entro no blogger pra ver se tu postou. A coisa ruim eh q tu demora demais pra postar. Será q vc poderia postar pelo menos toda semana? Eu agradeceria muito. Por exemplo, tu postando todo domingo seria muito bom. De vdd. Será q tu consegue? Eu n aguento ficar duas semanas sem ler. N mesmo. 😅😁 Amo muito tudo isso. Zayn. S/n. Aventura. E sobre o Jack...pqp...quase vomitei soh de ler. Imaginar a cena agr foi uoh. Tou louca q descubram logo da falsiane.
    Xx giovana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vinda! Aw, obrigada meu amor, pelo carinho e dedicação! Tem razão, esse ano tem sido o mais corrido pra mim, mas vou fazer o possível para postar toda semana sim, provavelmente sábado ou domingo ok? Desculpe pelos atrasos amr, de vdd me dói o coração n poder passar mais tempo aqui como antigamente.
      Que bom, fico muito feliz em saber disso. KK imagino, é meio fortinho imaginar tal cena. Opaa, já já a treta vai aumentar e a Piper...ops.
      xx

      Excluir
  3. O final desse capitulo ficou tão pft *-* gostei muito
    Continua

    ResponderExcluir
  4. O capitulo ficou pequeno mais em compensação vc vai postar essa semana entao......
    Continua ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Ainda tem dois dias para uma semana, então eu consigo terminar! Obrigada pela paciência babe ♥
      xxx

      Excluir
  5. Posta a outra parte do capitulo pls 😍 ta pft

    ResponderExcluir
  6. Zayn com raiva n sei pq mais acho engraçado kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vdd, então somos duas! As vezes eu fico relendo e rindo desse jeito irritadinho dele. Tá errado isso produção, n sei onde tô errando KKKK

      Excluir
  7. Esse começo <3 sdd casalzinho cliche, melhor otp
    MEU CORAÇÃO QUASE SAIU PELA BOCA QUANDO EU LI ISSO
    EU QUASE VOMITEI IMAGINANDO O FRANK FATIADO
    MEU POBRE FRANK D: EU AAAAAAAAH
    QQ O ZAYN VAI FAZER?
    AI MEU CU
    QUE EPRFEIÇÃI
    VC É MELHOR DO MUNDO ESCREVENDO
    TO NA TENSÃO ATÉ AGORA
    IMPOSSÍVEL DESCREVER ESSE SENTIMENTO
    TE AMO E CONTINUA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KK AW ♥
      Psé, tadin do Frank :/
      Surprise, mas é treta. Que isso, mt obrigada! Pode deixar amor <3

      Excluir
  8. AI MEU CORAÇÃO ESSE CAPÍTULO FOI TOOOOPPPP ,CARA TÁ D+ A FIC , SERÁ O Q O ZAYN VAI FAZER ???EU ESTOU LOUCA Ñ SÓ PELA FIC MAIS TBM PELO FANDOM CADA DIA UMA SURPRESA 😲 U.U CONTINUA PF!!!!!!!🙏
    XX:Ana❤❤ bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mds, nem sei o que dizer sabe? Ver vcs animadas assim só me dá mais vontade de escrever kk. NEM ME FALA, tá uma coisa de louco né? Mds, 2015 é o ano de acontecimentos nesse fandom, cansa a beleza das fãs. Muito obrigada por tudo, e pode deixar que eu continuo sim anjo! ♥
      xx

      Excluir
  9. Capitulo mais lindo ❤

    ResponderExcluir