Badboy of' Mine - Capítulo 26

| | |

- Aquele sorriso que me matava

Então faça o que eu quero e eu te dou tudo o que eu tenho -Do It

SeuNome P.O.V's

Eu estava no escuro. E de repente não estava mais. As milhares de lembranças na minha mente giravam acabando esfumadas umas nas outras deixando-me estranhamente confusa, eu mal sabia o que estava acontecendo mas ouvia vozes junto as imagens. Meu pai, Os Malik, Rick, David, Clair e Madison. Logo a luz dourada que entrava pelas janelas iluminava todo o ambiente, todo o meu campo de visão. Eu estava parada, sem mexer um músculo sequer mas meus olhos sabiam onde eu me encontrava e era familiar. Era o lugar para qual eu costumava correr caso algo na minha vida desse errado, onde eu costumava conseguir forças para resolver os problemas. Costumava.
No sonho havia um peso sobre mim, é, ele estava deitado sobre mim. Sua mão pegou a minha olhando para a marca no meu dedo. Em seguida suas mãos levemente frias seguraram forte meus ombros contra a cama.

David: Por que está sem o anel que te dei? Ele representava o que temos. Por acaso existe alguém melhor do que eu para você? -esperei assim como ele, mas meus lábios não proferiram nada. -SEUNOME! -alterou a voz para depois abaixar novamente- Eu amo você.

Eu: Mentira David. -olhei o fundo de seus olhos procurando por algo mas não sabia ao certo o que, talvez fosse um pouco de integridade. A claridade deixava seus cabelos e olhos mais claros que o normal. Naquele momento não havia nada de Zayn nele. Minhas mãos suavam e minha respiração era falha.
David: Verdade amor. -senti seu toque no meu rosto. -E sabe de uma coisa?
Eu: O-o quê?
David: Você não pode ficar aqui, porque é muito perigoso para os mortos...-ele abaixou a cabeça para sussurrar ao pé do meu ouvido. -E você está morta SeuNome, você já está morta. Você escolheu morrer. -o empurrei e ele caiu para o lado mas agora parecia rir de mim ou da expressão que eu estava fazendo. -Você deixou ele te escolher amor, mas antes você escolheu a mim e isso não vai mudar. Você me ama. E o Zayn...-riu- Ele vai destroçar o seu coração. Pode fugir pra onde for, mas no fundo você sabe que não vai me esquecer. -seu riso era presente perto de mim- Não acredito que deixou tudo isso acontecer!
Eu: David...
David: Las Vegas vai acabar com você. Ela vai acabar com você, amor. -repetia.
Eu: Do que você está falando?!
David: Acorde!-ouvi um sopro atrás de mim. -Acorde SeuNome!

Meu corpo se ergueu num pulo por impulso e me sentei na cama batendo os braços para todos os lados e suando frio. O que tinha acontecido? Era apenas um sonho? Merda, foi um pesadelo horrível, caramba, como foi ruim. Meus olhos estavam bem abertos agora e eu mal tive tempo de me acostumar com a claridade do quarto por causa da pulsação acelerada que eu sentia nos meus ouvidos e garganta. Zayn me olhava assustado tentando parar minha provável defesa contra ele. 

Zayn: PARA SEUNOME!-gritou mas não deixei que segurasse meus braços, olhei em volta mais calma e parei para controlar a respiração. 
Eu: Desculpa Zayn, me desculpa. -respirei. -Eu tô acordada.
Zayn: Tudo bem. -ele parecia muito cansado, usava uma roupa diferente da noite passada, uma vermelha camisa xadrez desabotoada algumas casas e uma bermuda escura. As coisas foram voltando aos poucos a minha memória, as pessoas, a nossa briga, a festa...-Você me esmurrou e me chamou de David. -esfregou um lado do rosto e dei uma risada sem humor. 
Eu: Eu tive um sonho horrível.
Zayn: Deu pra perceber.
Eu: Eu tenho certeza que foi consequência da briga de ontem. -admiti e ele me olhou parecendo culpado. -Mas está tudo bem, eu só me sentindo um pouco de ressaca. Vai passar logo, eu acho...
Zayn: Imagino que sim, eu também estava quando acordei a algumas horas atrás. Aí eu desci e tive que mandar um monte de gente embora que estavam dormindo pelas escadas e na sala.
Eu: Meu Deus, não quero nem imaginar a bagunça que a mansão está. -ele riu concordando. Sua voz me fazia tão bem, e eu não sabia como ou porquê. -Quem me trouxe para o quarto? Não me lembro de muita coisa depois da nossa briga.
Zayn: Eu e o Jack te trouxemos, não ia deixar você acordar jogada no meio daquela gente e...
XX: Zayn, pessoal...-Piper apareceu descabelada e com a maquiagem borrada na porta do meu quarto. -Preciso de ajuda, tem um cara no telhado e não sei como ajuda-lo a descer. E a bagunça...eu...nem sei como começar a arrumar.
Zayn: Tá, calma. -se levantou da cadeira arrastada por ele até a beira da minha cama. -O Frank ainda está na...
Piper: Sim, ele está de guarda na porta do Alex, segundo ele o imbecil não saiu a noite toda. -Zayn confirmou e saiu do meu quarto, Piper me encarou estranho e depois saiu também. Coloquei os pés para fora da cama enquanto processava as informações já pela manhã, minha boca tinha gosto de papel velho e pontadas insistiam na minha nuca. Fui lavar o rosto e escovar os dentes para então tirar aquela roupa que cheirava a bebida. Nossa, eu realmente consegui perder o controle ontem. Iria tomar um banho bem frio depois porque sabia que ia me estressar em alguns minutos.

Desci esperando que a casa não estivesse como eu estava imaginando e já na escada tive que desviar de alguns corpos dormindo, segurei o riso porque era realmente engraçado a maneira como aquelas pessoas estavam dormindo, algumas até sem roupa nenhuma e enrolados na decoração. Falando nela, as luzes já não estavam mais ali, Débora passava um pano no balcão da cozinha quando passei por ela e fui ajudar, Jack e os garotos estavam limpando a sala enquanto reclamavam, Zayn recolhia os copos e garrafas jogadas e ajudava Piper a acordar os últimos idiotas ali mandando-os embora quase que a ponta pés porque as pessoas estavam zonzas. Depois de descobrir a pia entupida e ver Deb ligando para um encanador, fui ajudar lá fora onde a piscina estava cercada de mais garrafas mas fiquei feliz de não        ver ninguém boiando desacordado ali. Ia dar muito trabalho e a minha dor de cabeça só aumentava. Eu não queria pensar naquele pesadelo, maldita hora que Zayn foi falar sobre o David e isso ficou na minha cabeça.

                 Os dias se passavam mais rápido do que eu podia acompanhar, com o fim do mês Zayn recebeu o sr.Payne para conversar e pegar o grande lucro que ele recebia, e mesmo sabendo que ele poderia receber de uma forma mais "discreta", parece que fez questão de vir até a mansão para falar sobre o Alex. Parecia que para o homem para quem trabalhávamos foi uma surpresa ter um dos "traficantes" viciado. Eu sentia meu coração doer cada vez que passava no corredor em frente ao quarto de Alex, os garotos o deixaram sem contato com ninguém por dias, e nos primeiros havia sido pior. Eu podia ouvir os gritos dele do meu quarto, sofrendo de abstinência. Eu comecei a evitar passar por lá, mesmo sabendo que Frank ficava de guarda na porta o tempo inteiro para garantir que Alex não saíssem. Falei com Zayn e ele não queria levá-lo no médico, não queria levantar suspeitas pra nós mas eu sabia que ele também estava sofrendo de ver um garoto de dezessete anos se recuperando do vicio. Eu sabia que estavam lhe dando um medicamento, uma droga mais fraca, depois de dias davam uma mais fraca ainda, e depois outra, até que Alex chegasse em um ponto em que o nível de dependência fosse pequeno e ele fosse considerado são. E mesmo assim ele ainda estava pagando as drogas que usou com sua parte do pagamento.

Eu: Jack, por favor. -segurei o braço dele para que parasse de dar o medicamento, Alex gritava demais.
Zayn: Não se mete SeuNome, ele está fazendo o que é certo. -me puxou dali.
Jack: Tira essa garota daqui, não está ajudando.
Eu: E desde quando você é médico?!-Zayn veio até mim com a testa e o pescoço suando, tentou me empurrar para fora do quarto. Eu queria ajudar, sabia que era o certo mas Alex sofria muito e era duro ver aquilo. -Vocês tem que levar ele para uma clínica!
Zayn: Não vai acontecer!-fechou a porta me deixando no corredor com Frank e Logan, nós todos estávamos apreensivos.
XX: Oi. -um garoto moreno apareceu rapidamente ali seguido por Débora que abriu a porta e ouvimos uma reclamação de Jack. -Desculpa a demora, eu vim ajudar.
Zayn: Liam Payne? Tá fazendo o que aqui? Seja lá o que for não é uma boa hora, ou melhor, é uma péssima hora, eu já falei com o seu pai. Nós resolvemos...
Liam: Não é nada disso. -suspirou- Eu fiz curso de medicina durante anos, me deixa ver o garoto. Meu pai falou que um de vocês estava viciado em drogas mas não podiam levá-lo para a reabilitação, talvez eu possa ajudar. -Zayn o encarou.
Zayn: Quem te chamou aqui?-Débora levantou a mão como se dissesse "culpada". -Tudo bem, entra.
Eu: Zayn por favor...
Zayn: SeuNome fica aqui. -disse novamente deixando Liam entrar no quarto antes de fechar a porta novamente. Eu não conseguia ficar naquele corredor ouvindo os gritos de Alex como se alguém tivesse matando ele, era triste demais. Débora desceu comigo e eu fiz um suco para me acalmar, era isso, eu precisava fazer alguma coisa para me distrair. Ficamos puxando assunto uma com a outra na tentativa de ignorar o brulho no andar de cima e conseguimos. Depois de muitos minutos, Liam Payne desceu as escadas seguido de Zayn e Jack que o levaram até a porta e conversaram alguma coisa antes do mesmo ir embora. Eu suspirei, tinha um sentimento de alívio e não sabia o porquê. Talvez eu realmente esperava que ele tivesse ajudado. Jack passou por mim e eu fui até Zayn, nós não tínhamos conversado muito nos últimos dias mas eu reconhecia cada esforço que ele estava fazendo pelo amigo, eu via como realmente estava tentando curar Alex. Está aí uma parte dele que muitos não conheciam.
Eu: Ei. -parei na porta da sala de jogos. -Você tá bem?
Zayn: Estou. -me aproximei, me apoiando na mesa de roquei ao seu lado. -O Alex vai embora.
Eu: O quê?
Zayn: Assim que ele melhor nós vamos manda-lo embora, vou ligar para o Payne e avisar que teremos menos um aqui. Conversei com o filho dele, o engomadinho, Liam. -me olhou. -Ele também achou melhor.
Eu: Para o Alex não ter recaídas?
Zayn: É. Não ia ser nada bom para um cara que acabou de melhorar do vicio voltar a vender drogas. -riu com ironia. Eu o abracei, sabia que ele precisava.
Eu: Sinto muito pelo seu amigo. -Zayn me apertou em seus braços e depois soltou.
Zayn: Não, eu não estou preocupado, sabe, eu....
Eu: Não precisa bancar o durão comigo, Zayn. -sorri- Tudo bem.
Zayn: Ele era como um irmão mais novo pra mim. -assenti silenciosamente e peguei em sua mão. Ficamos um tempo em silencio, eu não imaginava aquela casa sem as piadinhas idiotas do Alex. Zayn me deu um selinho surpreendendo-me mas não agradeceu por eu estar ali. Consegui tirar um sorriso de seu rosto sério, mas aquele clima de nós dois não durou muito porque logo Logan e Danny adentraram a sala para jogar videogame.
Danny: Eu sei que agora vocês estão meio deprimidos e tudo mais, mas Zayn, lembra do combinado?
Zayn: Claro, como eu poderia esquecer daquele merda? -se sentou no sofá e eu cruzei os braços confusa. -Mas não sei, não estou bem para sair.
Danny: Ah Zayn, você nunca está afim de sair. -riu e empurrou Logan ao seu lado. Zayn puxou minha cintura sentando-me em seu colo e beijou meu ombro por cima da blusa.
Logan: Ele tem razão cara.
Zayn: Eu não pedi a opinião de nenhum de vocês.
Eu: ZAYN!-o repreendi e os outros riram, Zayn fez uma careta e ignorou os próximos comentários até o final de tarde. Acabei por me juntar a Débora dali a algumas horas para saímos já que eu precisava buscar meus documentos prontos, finalmente tinha conseguido a segunda via daqueles que tinham sido rasgados pelos idiotas dos garotos quando cheguei em Las Vegas. A noite chegou e paramos em um café para conversar já que eu não estava muito afim de voltar imediatamente para casa. Fiz a Deb me contar se ela sabia do que os garotos estavam falando na sala de jogos e para variar, ou nem tanto, eu era a última a saber da nossa próxima trapaça. 
Débora: Nós vamos encontrar o prefeito amanhã.
Eu: O QUÊ?-meus olhos cresceram. 
Débora: É, normal sabe? -eu me perguntava persistentemente o que íamos fazer ou falar com o prefeito. -Você me entende, acordos clandestinos são feitos o tempo todo, se participar dessa você vai ter que impressionar.
Eu: Nossa. -levantei minha xícara de café super quente. -Ouch, me queimei!-sacudi os dedos e ela riu- Quanto mais eu conheço vocês, mais me surpreendem. -a vi dar de ombros. -Não, é sério! Vocês são criativos. 
Débora: Antigamente não tínhamos muito a perder, então...
Eu: Agora me diz que isso não é sério. -a fiz rir depois de bebericar seu café. 
Débora: Nós já fizemos isso. -disse fofa provavelmente para me tranquilizar e me fazer participar. E eu sabia que mesmo que minha mente gritasse "não", meu corpo naquele momento funcionava por aventura. 

[...]
         Eu assistia a televisão no meu quarto como se isso fosse a melhor distração do mundo. Era um filme de romance clássico com frases bonitas como "Vislumbre sua vida em um sonho perfeito" e eu já tinha visto esse filme, mais de uma vez. Ouvi alguns passos no corredor e entediada com o filme me levantei para ver se era a Deb com os sapatos que lhe emprestei a alguns dias para me devolver. Mas não era. Para a minha surpresa, Jack caminhava confiante até o final do corredor onde parou na frente da porta de Alex. 

Eu: Ei, acho melhor você não abrir aí. -falei da minha porta me encostando na parede. -Eu acho que o Alex precisa de descanso por causa dos remédio. Se lembra do que combinamos? Do que o Zayn fal...
Jack: Zayn, Zayn, Zayn! Não aguento mais ouvir falar de Zayn nessa casa, até hoje não sei quem colocou ele no comando mesmo. -Deb e Logan acabavam de aparecer no corredor conversando algo, mas Logan parou para prestar atenção.
XX: Ei mano, não fode. -se aproximou. -Não abre essa porta, tá entendendo? Nós já tivemos problemas o suficiente. 
Débora: Não briguem. 
Jack: Se eu quiser abrir essa porta eu vou abrir e não vai ter ninguém que vá me impedir, entendeu?
Zayn: Acho melhor você não entrar aí. -revirei os olhos ao perceber quanta gente se acumulou naquele espaço, imaginei que os outros deveriam estar já até prontos nos esperando na garagem para sair.
Jack: OLHA SÓ, CHEGOU O CARA MAU. -riu. -Eu ajudei a cuidar desse imbecil, preciso pegar uma coisa lá dentro e isso nem é da sua conta.
Zayn: Eu não vou deixar você acabar com o descanso dele, nem falamos que vamos ter que expulsa-lo daqui, dá um tempo para o garoto!
Jack: Você não me diz o que fazer. -Zayn se aproximou na tentativa de intimida-lo mas Jack o empurrou fazendo-o esbarrar em mim. 
Eu: Ei! Seu fi...-antes que pudesse xingar Jack, Zayn o empurrou de volta com força partindo para cima dele.
Débora: Para! Para!-quase gritava tentando puxar Zayn. Jack pegou sua cabeça e bateu na parede fazendo-o gemer e revidar com um soco forte em seu rosto, Jack cambaleou para trás e Débora segurou ele no chão, começando a chorar, o canto do olho de Jack estava roxo e ele parecia furioso. -Não tinha razão pra isso Zayn! VOCÊ SÓ SABE ARRUMAR BRIGA?
Jack: ESSE DESGRAÇADO ME PAGA! ELE ACHA QUE MANDA AQUI MAS TODO MUNDO FAZ O QUE QUISER. -tampava olho inchado com a mão.
Logan: Foi você que provocou, tava mesmo querendo apanhar cara?!-Zayn ajeitou seu casaco de couro e deu uma última olhada em Jack sem responder no chão antes de descer. -Débora levanta. Vamos. 
Débora: O Zayn vai acabar com essa casa assim como ele acabou com todas as que ele já viveu. Filho da mãe! -gritou. -EU ODEIO ELE, ODEIO, ODEIO!
Eu: Deb, nós temos que ir. -ela não respondeu, apenas negou com a cabeça e falou para Jack que ia passar uma pomada em seu machucado. Sinceramente eu não entendia o porquê da Deb ter defendido Jack, assim como não entendi o Logan defender o Zayn. Talvez todos estivessem caminhando cada vez mais para a loucura e não soubessem. Mas depois de que conheci melhor ela em particular percebi que Deb era uma garota extremamente estressada por estar ali mas não demonstrava e agora do nada tinha explodido. Logan com uma inegável cara de ciume, me puxou para descer enquanto eu pensava que devia ter tido os mesmo sentimentos explosivos que ela na noite da briga com Zayn, quando discutimos sobre David. Não poderia culpa-la, mas a ideia de que as pessoas eram tão mais frágeis do que imaginamos me deixava intrigada. 
Me olhei no espelho após bufar para liberar meu nervosismo e dei uma ultima ajeitada nos meus cabelos ondulados que hoje estavam aparentemente mais cheios. 
Logan: Deixa eles aqui, que se explodam. -passou por mim quase balbuciando parecendo nervoso, e isso não era normal dele. Logan foi para a garagem antes de mim e entrou junto com Danny e Piper no carro de Zayn que fazia um barulho forte com o motor me chamando. Sorri de longe para ele tentando parecer nem um pouco nervosa e pronta para o que fosse. Ele me olhou pela janela comprimindo os lábios.

Zayn sorriu, aquele sorriso que me matava.



CONTINUA...

10 comentários:

  1. Lizzy sua vagabunda, continue ou sofra as consequencias
    Juuh

    ResponderExcluir
  2. QUANTA TRETA ADOROO
    Juuh

    ResponderExcluir

  3. Puta que pariu que capitulo divo. ACHO Q NUNCA SHIPPEI TANTO UM CASAL DE FANFIC COMO ESSA!

    ResponderExcluir
  4. Eu amei, esse capítulo!!!!!!!!!!!!
    -Lúh

    ResponderExcluir
  5. GZZUIS KK É ISSO? PERFEITO!
    AMO TODOS ESSES EPROSNAGENS, MAS O JACK É MEIO SAIDINHO. COITADO DO ALEX, CARA. O ZAYN MUITO FODÃO

    ResponderExcluir
  6. NUNCA VI UMA SN COMO ESSA

    ResponderExcluir
  7. Que perfeito! A parte do sonho da SeuNome parecia até filme, deu pra imaginar tudinho. Bem que podia ser um livro, né? Estou com pena do Alex, o Zayn é demais, o Jack ta me irritando, a SeuNome é diva e perfeita, a Débora (UHUUU) é perfeita maravilho...ta, parei. Mas eu entendi a última parte, sei como é explodir as vezes. Muito bem colocado, amei demais. E o Logan está MUITO fofo com ciumes. Estou LOUCA para o próximo, ver o que vai acontecer. SOCORRO ESCREVE MAIS
    XXX

    ResponderExcluir
  8. Amei esse capítulo, o "engomadinho do Liam Payne" apareceu <33 (kkkk), o Logan fica muito cutie com ciúmes da Deb, espero que eles fiquem juntos logo, to amando o Zayn na fic, ele tá largando o lado frio e se permitindo a sentir mais as coisas e sendo mais aberto quanto as sentimentos dele, o Jack sempre nervoso e com inveja do Zayn, eu to com uma dó enorme do Alex, tadinho! To amando demais a fic Lizzie, continua logo hein, beijos sua linda!

    XxMin

    ResponderExcluir
  9. MELHOR ENREDO DA HISTÓRIA VALE MUITO A PENA ESSA FANFIC
    Só queria que os outros meninos da 1d aparecessem *----* Ta perfeito!

    ResponderExcluir
  10. AAAAAIN KCT
    NAO SEI MAS O Q FAZER, PRIMEIRO PENSEI Q A DEB TINHA UM FILHO COM O LOGAN MAS ELE FEZ ELA PERDER O BB E POR ISSO ODIAVA ELE MAS AGR SLÁ ACHO Q ELA É IRMÃ DO JACK KAKAKAKAKAK
    OH DEUS
    MANAA TU TEM Q POSTAR LOGOO
    TU NÃO PODE DEMORAR
    NUNCAAAA
    POSTAA LOGO
    PELO AMOOOOR
    BJS

    ResponderExcluir