Badboy of' Mine - Capítulo 18

| | |

- A chegada


SeuNome P.O.V's

Havia um frio crescendo na minha barriga a cada minuto. Eu mal acreditava no que estávamos fazendo. Ou melhor, no que eu estava fazendo. Na noite passada eu não tinha conseguido dormir de ansiedade que não me deixava por nada, lembrava-me muito meus primeiros dias de aula, a sensação era parecida de que algo podia dar errado ou eu fazer errado. Mas a minha volta, todos pareciam descontraidamente animados, Jack estava ao volante enquanto controlava o botão do som e Alex discutia com ele para aumentar ainda mais, Danny mexia no celular e eu tentava me manter calma para enfrentar a decisão que tinha tomado.
          Depois de mais ou menos quarenta minutos havíamos chegado a uma rua larga e movimentada, da janela da frente dava para ver o carro do Frank que estava nos guiando até a casa na qual tinham me contado que ficaríamos, eu apenas estava rezando para que tivesse pelo menos mais uma garota além de mim nessa bagunça. Logo um portão enorme se abriu após alguém no carro da frente abri-lo, enquanto passávamos percebi que falaram com um homem enorme de óculos que parecia mais ser um homem de preto do que um segurança como tinham dito que teria. Jack estacionou em uma grande garagem. Danny soltou uma gargalhada de entusiasmo e destravou as portas, então todos começaram a descer, assim como eu. Ajeitei minha bolsa no ombro -já que era a única coisa que eu tinha ali-, enquanto calada ouvia todo o pessoal descer do carro ao lado, inclusive Zayn. Eles olhavam em volta, e Alex e Zayn foram falar com o segurança no portão, eu os encarava de longe ignorando o barulho que os caras faziam a minha volta.

Danny: Nossa, esse lugar é enorme!- saí de meus devaneios verificando a mansão em que íamos ficar. -Não é loucura?
Eu: Nem me fala. -murmurei.
Frank: Quando que os outros vão começar a chegar?
Jack: Sei lá, eles falaram a partir das 3. -olhava no celular. -Já são, então devem chegar a qualquer momento.
Eu: Por favor me diz que uma das outras pessoas é uma garota.
Jack: Você é lésbica, SeuNome?-os outros riram.
Eu: Seu imbecil, eu não estou afim de ficar sozinha com tantos caras em uma mansão. -ele me mediu.
Jack: Aham, é claro. -disse com sarcasmo e Zayn e Alex se aproximaram. Alex balançava uma chave nos dedos. Alguns dos caras comemoraram com sons como se aquilo fosse o início de férias, e não um trabalho sério que poderia nos levar para a cadeia.
Alex: Isso aí, vamos entrar.

Olhei novamente para cima percebendo pela primeira vez como o dia estava ensolarado, sem nenhuma nuvem sequer. Antes que pudéssemos entrar, nossa atenção foi roubada para o portão aberto onde um táxi que acabava de parar ali, dele desceu uma garota loira apressada retirando duas malas de dentro e pagando o taxista. Danny assoviou olhando as pernas dela e o segurança barrou a garota antes que ela entrasse. Enquanto ela começava a se explicar, Zayn correu até lá e falou alguma coisa rapidamente que fez o homem deixa-la passar. Em seguida eles caminharam até nós conversando, percebi que o segurança estava indo embora, pelo visto ele só tinha vindo para nos receber e entregar a chave. Eles se aproximaram de nós, percebi um sorrisão da parte dela enquanto falava algo com Zayn, isso me causou uma pequena pontada.

Zayn: Gente, essa é a Piper Wright. -ela tinha um rosto sedutor, trajava roupas curtas.
Piper: Ei Jack. -disse como se já o conhecesse.
Jack: Oi Piper. -piscou. -Essa é a garota que falei pra vocês, ela já trabalhava com transporte ilegal a dois anos e...
Piper: E aí eu dei uma parada, sabem como é. Mas eu quero saber da grana antes de qualquer coisa.
Alex: Não acho que seja bom a gente discutir isso aqui fora.
Piper: Não vou entrar nessa casa antes de saber quanto vou ganhar, já que não me disseram nada até agora. -cruzou os braços esperando. Zayn puxou seu braço e inclinou a cabeça para sussurrar algo no ouvido dela, Jack pareceu odiar aquela cena e era realmente desconfortável. A garota pareceu contente com o que ele lhe dissera. -Tá. Só achei que teria mais zeros do que isso.
Zayn: Escuta, tem que dividir entre várias pessoas então abaixa a bola. Foi isso que o cara ofereceu, se quiser aceita, ou então pode ir embora, a escolha é sua. -ela o encarou, em seguida a mim.
Piper: Ok, tanto faz. -mexeu a cabeça e Jack comemorou baixo por ela ficar.
Danny: Espera, seu sobrenome é Wright? Seu pai é gangster, do tráfico ou algo do tipo?-riu.
Piper: Não, é policial.
Danny: Que ironia a filhinha ser assim. -riram e ela lhe encarou com um olhar mortal antes de começarem a ajeitar suas bolsas nos ombros e carregar suas malas para dentro, eu olhava a sala enorme em que estávamos agora, bem iluminada e com móveis deslumbrantes, Frank já se atirava no sofá e Alex corria pelas escadas.
Alex: Vou ser o primeiro a escolher o quarto, babacas!

Ri e subi também, queria ficar com um bom quarto já que não fazia ideia de quanto tempo ficaríamos ali. Frank entrou em um e fechou a porta, eu fui olhando pelo corredor e olhando rapidamente antes que os outros também subissem. Acabei por escolher um quarto depois da curva no corredor, entrei nele deixando minha bolsa em cima da cama e respirando fundo antes de resolver fazer qualquer coisa ou descer novamente até a sala. Fui usar o banheiro da minha suíte e quando saí, ouvi um barulho no corredor que me levou até a porta, era uma garota morena com o cabelo liso que batia em sua cintura perdida que literalmente andava em círculos pelo corredor, e aquele rosto eu...reconhecia?

Eu: Oi?
Ela: Oi!-seus olhos se arregalaram. -Pera aí, SeuNome não é?
Eu: Sim, sou. -consenti. -E você é a...-fiz uma careta meio sem graça por esquecer seu nome. Era ela, a garota do bar. Ela era uma das pessoas que ia ficar ali? Quem diria, ela não tinha cara de quem mexia com esse tipo de coisa.
Ela: Débora! -olhou pelo meu ombro. -Vai ficar com esse quarto?
Eu: Vou, já decidiu o seu?
Débora: Vou pegar esse da frente, acho. -me olhou. -Então...você é a garota que o Zayn está pegando?
Eu: O que?! Claro que não, de jeito nenhum!
Débora: Ah, desculpa. As vezes eu sou meio inadequada. -riu bem humorada.
Eu: Tá, tudo bem. Mas, porque você tá aqui?-pedi já sabendo a resposta.
Débora: Sabe, pelos motivos óbvios. -sussurrou. -Zayn disse que precisava de mais pessoas para ajudar e que me pagaria bem por isso.
Eu: Entendi...-ela ajeitou sua mala ao seu lado. -Foi ele também que falou isso de "estar me pegando"? -essa frase era estranha, chegava a me dar um pouco de nojo. Ela fez uma cara não muito boa.
Débora: Na verdade...não. -ouvimos um urro de um dos quartos, o que nos fez rir instintivamente. Eu corri até o quarto em que Frank estava e quando parei na porta com Débora logo atrás de mim o flagrei pulando por toda a cama de sapatos e por cima de um monte de roupas e doces espalhados por ela enquanto sua mala estava aberta e abandonada no chão. Ele parecia dar uns gritinhos de felicidade.
Frank: Olha só quanta mulher. -disse nos olhando e rindo, sem parar de pular na cama.
Débora: Cara, você tem seis anos, é?
Frank: Cinco, eu tenho cinco, gatinha. -eu ri e revirei os olhos, andando pelo corredor em busca do meu quarto.
Débora: Odeio andar de táxi, fiquei só uma meia hora na estrada até aqui e mesmo assim quero tomar um banho. É uma coisa minha, será que no meu quarto tem suíte?-eu dei de ombros.
Eu: Provavelmente.
Débora: Valeu, então até depois.

Assenti e ela sumiu animada para seu quarto, fechando a porta atrás de si. Eu fui para o meu abrir a minha bolsa para separar as coisas e isso me lembrou que se eu fosse ficar ali por mais tempo teria que fazer algumas compras com a minha parte do dinheiro já que não podia mandar buscar as minhas coisas em San Diego. Não, eu não queria nem sequer pensar em como as coisas deviam estar por lá, como meu pai devia estar, me procurando, provavelmente enlouquecendo. Sentei na cama tentando mandar esses pensamentos para longe quando ouvi um grito agudo e muito alto que veio do novo quarto da Débora. Me levantei e junto com o Frank que também agora corria pelo corredor em direção a porta dela e girei a maçaneta abrindo a porta bem a tempo de ver dois corpos em uma espécie de briga na porta da suíte, Débora apertava um spray no rosto de um cara moreno e sem camisa que gritava para ela parar e ela também gritava desesperada me deixando assustada e completamente curiosa.

Débora: AH! O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO AQUI?-berrou enquanto ele esfregava os olhos com força.
Eu: Logan?
Frank: O imbecil? O que está fazendo aqui, achei que não tinha aceitado o cordo.
Logan: Que porra, qual é o seu problema sua louca? -pediu abanando os olhos. -Isso arde, merda!
Débora: O.Que.Ele.Faz.Aqui?-disse tentando respirar fundo a cada palavra. Ok, agora eu também estava super confusa, então era por isso que Zayn tinha chamado ele para conversar na quadra. Pelo que entendi na noite em que conheci Logan ele tinha tido alguma coisa com a Débora a um tempo e agora eles estavam ali, no mesmo acordo. Fiquei imaginando ele já no banheiro e ela entrando, tendo uma surpresa desagradável e atirando spray contra os olhos do garoto de susto antes de começarem uma guerra de corpos até a porta. Não contive o riso. -AH, EU VOU MATAR O MALIK POR ELE TER CHAMADO ESSE BABACA, VOU MATA-LO E VAI SER AGORA.
Frank: Espera, leva o secador de cabelo em vez do spray, o Zayn está na sala. -disse de maneira engraçada dando força para aquela loucura.
Eu: Calma gente, vocês devem ter escolhido o mesmo quarto por coincidência.
Logan: Tanto faz, eu cheguei aqui antes de vocês e escolhi o quarto, ela que se retire. -encarou Débora com os olhos vermelhos. -Aliás, o que VOCÊ está fazendo aqui?
Débora: Por que todo mundo me pergunta isso? Minha cara é tão de menininha que vocês acham que eu não sou capaz de vender essas drogas? -bufou. -Aceitei esse trabalho!
Logan: Você?! Não é possível. -riu irônico. -Dane-se, eu mudo de quarto, para o mais longe possível daqui. -agarrou umas malas pretas do canto do quarto e saiu rapidamente pela porta. Eu e Frank nos entreolhamos naquele silencio e simplesmente caímos na gargalhada.
Frank: Ai! Isso é demais, pera aí, você já conhecia o mané aí?-pediu a Débora que o olhou feio.
Débora: Caiam fora daqui!

Nos empurrou para fora do quarto e fechou a porta. Eu suspirei depois de rir tanto e desci para a sala onde da maior tv que eu já tinha visto passava uns clipes e os caras assistiam e conversavam. Eu me aproximei do sofá vendo que ainda tinham algumas malas na porta principal.

Eu: Alguém esqueceu aquelas malas.
Danny: A rainha de beleza da Piper alguma coisa ainda não terminou de trazer para dentro.
Piper: Bem que vocês podiam ajudar né?-surgiu da cozinha. -Cadê os cavalheiros que deviam haver em vocês, rapazes?
Jack: Ah, deixa de papo furado, até parece que não conhece caras como a gente. -ela revirou os olhos e Zayn me olhou, eu o ignorei. -Já sei! Já sei, já sei!-se ajeitou nos braços do sofá e eu me apoiei por ali. -Uma festinha para comemorar, hein? Agora nós somos traficantes, gente importante. -estavam mais para ratos de esgoto.
Eu: Festa? É só isso que vocês sabem fazer?
Zayn: Também sabemos transar. -me encarou e eu o olhei feio. Eles riram.
Jack: Tanto faz, eu quero comemorar.
Danny: É, mas e se chegar mercadoria ainda hoje?
Zayn: Eu não acho que vá chegar. Payne me ligou ontem e disse que só a partir de amanhã. -alguns comemoraram, até parece que estávamos em clima de festa. Talvez só alguns de nós. -Já cumprimentaram o mané?
Eu: "Mané"? Por que vocês o tratam tão mal?
Zayn: Vai defender agora? Você nem conhece ele!
Eu: E nem você. -todos ficaram em silencio. -Bem que você disse que eu ia me arrepender.


CONTINUA...

7 comentários:

  1. A cada capitulo fiko mais curiosa Oh God! kkk
    Bjo Cat

    ResponderExcluir
  2. Kkk ja to me divertindo com essa galera toda junta, continua
    xoxo Duda

    ResponderExcluir
  3. Ta perfeito, continua divaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. "VOU MATAR O MALIK POR ELE TER CHAMADO ESSE BABACA" "LOGAN?" "O BABACA?" "TAMBÉM SABEMOS TRANSAR" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK AI amo seus fanfics são os mais divertidos ,esse é o melhor blog pra ler

    ResponderExcluir
  5. Não para aí por favor continua rápido!

    ResponderExcluir
  6. Meu forninho caiu, minha cozinha toda caiu quero ver treta nessa casa hein tia lizzy

    Pelo amor de deus posta mais esse fanfic porq ta per-fect! ◕‿◕
    Mds não aguento esperar tô amando demaisssss

    ResponderExcluir