BadBoy of' Mine - Prólogo

| | |


- Não me abençoe, padre, porque eu pequei. -sussurrei perto da grade que nos separava. Ele levantou lentamente a cabeça me olhando no escuro de sua cabine. Eu girei a minha olhando para a enorme igreja completamente vazia a minha direita. Me levantei do banco de madeira que estava sentada e andei até o meio da igreja, caminhando devagar entre os bancos a minha esquerda e direita completamente vazios, naquele completo silencio. Olhei para cima, onde haviam acima do palco um lindo entalho de Jesus Cristo, com vários anjos em volta e enfeites em dourados juntamente com luzes da mesma cor. Me sentei em uma das bancadas de madeira me ajoelhando ali e apoiando minhas mãos na madeira da frente. Percebi passos se aproximando rapidamente de mim que agora estava de cabeça baixa e sentia minha barba coçar levemente. Meus olhos se fecharam antes mesmo que o padre chegasse até mim. Senti sua mão fria tocar meu ombro e levantei a cabeça para olha-lo. 
- O que houve meu filho? -pediu serenamente num tom baixo. 
- Eu estou preso, padre. - ele sentou-se do meu lado e eu entreguei o papel um pouco suado que estava segurando a algum tempo. Ele o desdobrou-o com as mãos tremendo que tinham a marca do tempo, e forçou a vista para ler minha letra a caneta. 

"Me disseram que redefino o pecado, não sei o que está me guiando para ficar com isso na cabeça. Eu não sei mais o que fazer para viver com ela, padre. Mas agora eu sei. Pelos votos que quebro, pelos homens que odeio, pelas leis que ignoro, pelo amor que odeio, pelas mentiras que contei, pela maneira como sou condescendente, nunca estendo a mão estou indo para o inferno. Minha ironia está fazendo minha cabeça ser enterrada na areia. Andando com o diabo, você pode ouvir os dados na mesa. Eu disse a ela "Eu ofereço amor, mesmo bêbado de ódio" Eu sei que ela me odeia pra caralho. E eu adoro isso. Eu já sabia desde o início, que estava em sua mira, eu a achei sozinha e não me importei com nada. Eu acho que ela gostou disso. Que vergonha de mim agora, voamos para lugares que eu nunca havia ido e quando ela se apaixonou intensamente, eu recuei. E agora eu sei que me meti em coisas que não posso mais consertar, as coisas horríveis que fiz. "

- Eu espero que me perdoe, padre. -ele me olhou e tocou meu rosto com sua mão trêmula de um jeito confortante. 
Acalme-se criança. Tudo dará certo, vosso senhor está contigo. 

Eu permaneci mudo, ele me mandou rezar para que pudessem salvar minha alma. Mas mais sujo do que já me sentia não poderia ser salvo. Eu estava totalmente nas mãos dela agora. A colocando na escuridão, puxando-a para o lado negro cada vez mais. Eu amava SeuNome. Era mais ou menos assim, vocês se conhecem mas nenhum dos dois sabe que isso os atingiu, mas eu ficava puto só de olhar pra ela, embora fosse a unica coisa verdadeira que eu tinha. Eu jurei que nunca a machucaria, que nunca faria nada para feri-la. O padre saiu andando na mesma velocidade que veio antes, para trás das cortinas novamente me deixando sozinho naquele ambiente de tranquilidade, embora minha mente estivesse inteiramente perturbada e assombrada por meus próprios fantasmas. 


Senhor, perdoe a mim. Mas não tenho outra escolha a não ser continuar pecando, estou completamente apaixonada por ela, e eu sei que parece mentira. Queria que fosse. Não irei mais me importar de ser uma pecador aos teus olhos, mesmo estando deitado no chão frio eu irei me levantar. Toda rosa tem seu espinho, toda noite escura tem seu amanhecer. E quando eu estou cara a cara com ela estamos vomitando veneno um no outro. Mas já amou tanto uma pessoa, que mal conseguia respirar quando estava com ela? 

15 comentários:

  1. Perfeito! Posta logo o primeito capitulo!
    xx Luh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, vou postar em breve :)
      xxxx

      Excluir
  2. continua essa fic parece perfeita... to ansiosa para o primeiro capitulo!
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aww agradeço anjo, espero que surpreenda! :))

      Excluir
  3. Quando começa?
    Ps.So pelo prologo,ta otima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que eu terminar o primeiro capítulo já irei postar na hora, tentarei fazer o mais rápido possível :)
      Muito obrigada, que bom que gostou xx

      Excluir
  4. Lizzy começa essa fic antes q eu morra de ansiedade. Vc e minha escritora (acho q fala escritora, meu português e pessimo) favorita <3
    xx Laah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk okay princesa eu irei! Nossa, é uma honra saber disso hehe, obrigada mesmo! É assim mesmo, e não se subestime amore, achei seu comentário muito bem escrito ;)
      xxxx

      Excluir
  5. Mal começou e já tá arrasando. Continua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso princesa, a sua fanfic que arrasa! Agradeço muito, com certeza irei
      Bjus!

      Excluir
  6. Omg zaynte q fodastico continua please

    xoxo Duda

    ResponderExcluir
  7. Lizzy minga diva maravilhosa.
    Eu to apaixonada não melhor amando não melhor me casando com essa fic.
    Cara essa pegada desse Zayn bad boy me fez me apaixonar por ele e olha que não sou directione.
    Serio minha amora brilhante você e maravilhosa.
    Eu prometo comentar em todos os caps pq essa história vai arrazar.
    E se você continuar escrevendo assim eu vou me Casar com você kkkkkkkkkk
    continua

    ResponderExcluir
  8. Já amei porque você baseou na letra de Going To Hell <3

    ResponderExcluir
  9. Ja tava com sdds de vc Lizzy <3 :3 Ja começou bem *---* como sempre u-u Diwa ~Emmy

    ResponderExcluir