Unfaithful - Capitulo 05

| | |
- Minha mãe tem um namorado morto!
Katarina P.O.V's

Acordei soando frio, com a respiração desregulada. Porém, era apenas um pesadelo. Ao perceber que havia um ser me olhando atentamente, eu me assustei, e comecei a gritar. 

- Aaaaaaaaah, seu retardado, o que você esta fazendo aqui? - Falei com a mão no peito, tentando me acalmar. 
- Você fica fofa dormindo. - Liam falou sorrindo. 
- Vem cá, você não sabe parar de sorrir não? - Perguntei séria. 
- Porque eu não posso rir? 
- Porque as pessoas que sorriem são irritantes. - Eu disse como se fosse óbvio. - Liam, pode vazar daqui? Eu estou parecendo um monstro, eu quero tomar um banho e me trocar. 
- Você não parece um monstro meu amor. Você é linda. Mas tudo bem, eu te espero. - Ele me deu um beijo na testa, e em seguida saiu. 

[...]

Coloquei uma roupa, e arrumei o cabelo. O Liam sempre esta com algo novo em mente, e tenho que estar preparada, claro. Desci e ele estava conversando com o meu pai, sobre nada mais nada menos que: Futebol. Oh céus, eu odeio mais do que tudo esse esporte, é inutil. Só faz os jogadores ganharem uma boa "Bolada". 

- Liam! - Falei, soando uma voz extremamente sexy. Oh, como eu fiz isso? 


- Ah, Kate. - Ele parou de conversar com meu pai e veio até mim. - Depois terminamos a conversa Senhor Beckman. - Falou se dirigindo ao meu pai e me puxando para fora de casa. 
- O que levou você a vir aqui? - Sorri com as mãos na cintura. 
- Você. - Ele tocou com o dedo indicador a ponta do meu nariz. 
- Sério? Não me diga. - Falei irônica. 
- O que é que tens hoje garota? - Ele riu fraco.
- Nada, amor. - O abracei. - Mas então, é sério, o que você quer?
- Bem, daqui 1 semana, é o nosso aniversário de 1 ano. Incrível, eu sei.
- Liam, ainda faltam 1 semana, o que você esta aprontando?
- Nada de de mais. - Ele falou convicto. 
- Ah hã. Vou fingir que acredito Liam Payne. 
- Então ok. 
- Liam James Payne. - Falei de uma forma ameaçadora. - Ou você me conta o que esta acontecendo, ou nosso aniversário nunca irá chegar, porque ele acabará aqui. - Falei séria. 
- M-a-as é uma surpresa Kate, por favor, não. - Ele abaixou a cabeça. 
- Você é quem escolhe meu amor. - Cruzei os braços esperando uma resposta. 
- Tudo bem. - Limpou o rosto. - Eu comprei 2 passagens para Veneza. 
- Awn Liam, que fofo meu amor. - O abracei  afagando meu rosto na curva do pescoço dele. 
- Eu não queria contar, seria uma surpresa. Mas, eu faço tudo por você. - Ele sorriu. - Então, antes de irmos, vamos ao melhor restaurante de Londres, e depois, vai ter uma festa na piscina na casa do Zayn. Só nosso, e com o pessoal. - Ele finalmente terminou e sorriu, novamente.
- Awn Liam, eu te amo muito, sabia? - O selei. 
- Eu te amo mais, querida! 
- Não me chama de querida.
- Ta, ta, princesa. 
- LIAM! - Retruquei e ele riu, idiota. 


SeuNome P.O.V's

Minha prima, linda, Mandie, acabara de chegar. Ela havia me pedido para mostrar a cidade para ela. Já que nunca estivera aqui antes. Eu aceitei, afinal, adorava ser uma "Guia". 

Levei ela para casa. Minha mãe a abraçou por meia hora. Coitada, ela foi literalmente esmagada. As tias são as piores nisso, pode crer. 



Depois do "pequeno" gesto de saudades, a guiei até o seu novo aposento. Que ficava de frente ao meu. 

- Bem, este é o quarto. - Abri a porta. - Ele não é muito grande, mas tem uma cama! - Sorri para ela. 
- Quê? - Ela me olhou incrédula. - Esse quarto está maravilhoso. - Ela sorriu. - Tem até banheiro aqui, como pode dizer isso? - Ela gargalhou. - Você é uma besta, prima.
- "Besta" é um carro que leva várias pessoas á um mesmo destino, tá?! - Tentei imitar uma pessoa emburrada  mas não consegui, e ri. Fail
- Eu sei SeuAplido, é que eu adoro irritar você. - Ela riu, e em seguida, eu também. 
- Tá, mas.. Deixa eu contar uma historinha? - Falei insistente. 
- Eu não. - Ela riu. - Quando a morte conta uma história, você deve parar de ouvir. - Ela começou a rir maleficamente, deu até medo.


- Hey, safadona, roubando frases de livros heim, muito bonito. - Ri dando um peteleco na cabeça dela. 
- Para SeuNome! E eu modifiquei ela ta certo? - Ela falou tirando meus dedos e me dando tapinhas. 
- Véi .. - fui interrompida pelo som escandaloso da campainha. Bufei e fui até a porta. - Você me paga priminha. - Ri e em seguida abri a porta. Me deparo com 2 pares de gudes verdes, encorpados em um belo ser. Ele


- Olá! - Ele falou, sorrindo mostrando as covinhas. Awn, eu amo covinhas! Ou séria o dono delas? 

Véi, o que eu tô pensando, eu tenho namorado!

- O-ooi- Ele acenou bem perto do meu rosto.
- Ahh, oi, desculpe, estava nas nuvens. - Ri sem jeito. - Ah, antes, tenho perguntas. 
- Ele riu. - Fale-as então.
- 1° Como chegou aqui. 2° Quem falou que eu morava aqui. 3° Como você me ACHOU aqui. 4° Porque você veio aqui? 
- Ele riu. - Irei resumir com apenas uma palavrinha: Niall Horan
- Cara, tu é burro? 
- Não, porque? - Ele riu incrédulo. 
- São 2 palavras. - Alertei.
- Ah é, - ele riu - eu ia dizer apenas Niall, mas .. - ele revirou os olhos rindo. - isso não importa. - Me agarrou entrando em casa, me apertou forte e me jogou no sofá, subindo em mim logo em  seguida. Ele traçou uma reta de beijos no meu pescoço enquanto as mãos apertavam todas as partes do meu corpo. 

- H-harry. - Falei, soando um gemido, mas não era exatamente isso. Só um pouquinho.
- Harry. - Consegui falar. E ele parou, depois que eu o belisquei. 

Empurrei ele de cima de mim, e o olhei com cara de taxo. Tá, não sei o que estava fazendo. Olhei para Mandie, que estava encostada na pilastra observando tudo.

- E-esta é Mandie, Harry. - Falei tentando repreende-lo com o olhar. 
- Aah, olá Mandie. - Ele a cumprimentou, ela retribuiu. 
- Hum, então, este é aquele tal de .. - ela ficou pensativa. - não era um tal de .. - eu a interrompi. - Sim, é ele sim, aquele amigo que eu conheci na festa do Niall. - Eu sorri demonstrando que era para ela ficar calada, ela assentiu. 
- Bem, SeuNome, posso falar com você .. em particular? - Ela falou. 
- Tá, tá. Mas seja rápido, por favor. - O puxei para a escadaria, que daria no corredor, onde ficaria os quartos. 

- Fala, Harry - Disse me sentando na cama. 
- Sabe SeuN.. - Foi interrompido por alguém batendo na porta. Oh céus. Hoje o diabo tirou o dia para interromper tudo nessa minha maldita casa. 
- ENTRA. - Gritei. Era a Mandie. 
- Seuapelido, sei que o "amor esta no ar", mas, sua mãe esta no telefone. 
- Errado! Nitrogênio, oxigênio, argônio, dióxido de carbono estão no ar. - Pisquei para ela, que riu confusa - Mas, a mamãe saiu dês de quando?
- Não sei seuapelido, só sei que ela esta no telefone, esperando que uma SeuNome a atenda. - Ela ironizou rindo. 
- Tá, tá. - Bufei.- Já volto Harry, NÃO MEXAM EM NADA. - Gritei quando estava descendo. 

Ligação ON

- Mãe? - Perguntei, finalmente. 
- Oi filhota, meu amor! Sabe filha, é que ouve algo muito ruim no meu trabalho .. - ela suspirou. - meu chefe, faleceu. 
- Oh, mãe. Sinto muito, muito mesmo! - Passei a mão pela cabeça. - M-as, você não vai perder o emprego, não é mãe?
- Não, filha, muito pior. - Ela parou de falar. - Ele deixou um testamento, dizendo que queria que EU, cuidasse da empresa. - Ela soltou um ruido parecendo de choro.
- Mas MÃE, porque você esta triste? Isso é muito bom, maravilhoso. Você não sabe a importância que essa empresa tem no mercado de Londres?! -Tentei anima-la.
- Filha, não é isso. - Disse soluçando. - Eu o a-amava. - Abri um perfeito "o". - Nos eramos namorados. Porém, nunca contamos isso para ninguém. Me desculpe minha filha, mas se descobrissem .. aconteceria algo de muito ruim a nós. - Ela falou triste. 
- Mãe, não se preocupe. Estou aqui ok? Eu te amo, muito
- Eu também te amo filha. Mais tarde eu chego, eu preciso resolver muitas coisas aqui. Beijos! - E ela desligou o telefone. 

Ligação OFF

Eu ainda estava chocada. Primeiro, minha mãe tinha um namorado, e o mesmo havia sido morto, e agora minha mãe era dona de uma grande empresa de Londres. Muita informação para a minha pequena cabeça. Subi para o 2° andar, e me deparo com uma tal de Mandie, sendo empurrada em cima de uma mala por um tal de Harry.


image

- AHAAAAAAA! - Ela gritava loucamente.
- Vocês estão drogados? Harry, você deu o que para a bendita?
- Nada! - Ele riu malicioso. 
- Hum, sei. - Olhei para os dois desconfiada.
- Cara, adorei o Hazza. Ele é de mais, meu best friend- Ela o abraçou. Parecia estar bêbada.
- Nossa, me trocando né sua vadia? - Ri olhando para os dois. 
- Não, é que, ele é o meu best homem, e você minha best mulher. Sacou?
- Não, não estou com um taco para sacar agora. - Ri, e eles também. 
- Okay, o Harry quer falar com você SeuNome! - Ela falou se aquietando. 
- Pode falar Harry, não tenho o que esconder da minha priminha. - Lancei um olhar desafiador a ela, sinalizando que era para ela ficar quieta segundo tudo o que seria escutado agora. - Pode dizer Harry. - Insisti.
- Okay. - Ele suspirou. - Eu, estou louco por você. 
- Nossa, sério? - Eu ri incrédula. - Como você se apaixonou por mim? Me diz, nem nos conhecemos direito. 
- Agente transou, agente trocou sentimentos, eu sei. Seu coração bate mais forte quando esta perto de mim, eu sinto. Além de você ser transparente. Tudo o que você sente, demonstra em seu olhar, eu te conheço muito bem, pequena. - Nesse momento, Mandie estava com a mão na boca, ela sabia que eu tinha o Will. 
- Harry, por favor. - Ri insolente. - É como encontrar um anjo no inferno. - VOCÊ é o anjo, entende? - Cocei o casco da cabeça. 
- Mas, por favor. - Ele insistia.
- Harry, você nunca vai entender, nunca, ok? Agora, pode ir. - Apontei para a porta no hall. 
- Tudo bem. - Ele abaixou a cabeça como um cachorro sem dono. - Mas.. não se esqueça de mim, tá?! - Ele saiu e fechou a porta. Não com força, como eu esperava. (Risos)



Ele era lindo. Perfeito. Era bom de mais para ser verdade.

- Porque-você fez-isso? Mandie perguntou pausadamente. 
- Mandie. - Coloquei a mão na cabeça e me sentei, olhando para os pés. - Eu tenho o Will. Eu o amo, sabe. - Uma lágrima escorreu pelo meu rosto. - E-eu, não posso largar 4 anos de amor, por uma noite. Não, de jeito nenhum. - Soluçava. 
- Mas e o seu coração? O que ele diz?
- Exatamente isso. - Limpei o rosto. - Espero que ele suma, nunca mais quero vê-lo em minha doce vida. 

Meu celular apitou, era uma mensagem. Desconhecida

"E sem querer, eu te queria. Cada vez mais. xX Harry"

Hey pessoas lindas!! Bem, demorei um tempinho, porque, eu já tinha adiantado um pouquinho, e eu não quero correr muito na fic. Bem, espero que estejam entendendo, se não, os comentários existem TAMBÉM para tirar suas dúvidas, podem falar, certo?! Bem, é isso. Já vou começar a fazer outro, para amanhã de manhã já postar para vocês. Beijinhos!

11 comentários:

  1. Aaaah yfdhcrj ai ficou divo e engraçado! To amando a "minha" prima auehaueh'
    E Harry... Não desista brother kk. :)
    -Alana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, que bom fofa *w*
      Isso ai :D hehe !

      Excluir
  2. Olá gostaria de saber se posso ser adm desse maravilhoso blog, agurado a resposta obrigado desde já Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não sou uma adm nem uma postadora, sou apenas uma leitora que AMA as fanfics. Mas, lá atras, a uns tempinhos, a Ana Lizzy publicou uma postagem de vagas para postadoras, no entanto, o resultado do concurso já saiu, as novas postadoras são as escritoras de: Hurricane, Revenge e Unfaithful.

      Espero ter ajudado!! =]

      Excluir
    2. Olá! Eu não sei se há vagas, porque recentemente teve um concurso. Contudo, acho que não há.
      Mas por acaso, se você quiser perguntar, veja com a Ana Lizzy, certo? :)

      Excluir
  3. AMEI o cap, Bru ~~intimidade a níveis alarmantes~~ enfim, adorei o cap, o Harry não desiste de um hot mesmo, em? Já chegou na casa da 'Seu Nome' e já foi agarrando-a. G-zuis, alguém me abana, to passando mal kk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nada menina hihi *w* Pode me chamar como quiser, adoro apelidos hehe ^.^
      Awn fico feliz amore *u*
      Não desiste mesmo heim, ahsuashuashua'

      Excluir
  4. continue... Ta Per-fect
    tadinho do Hazza ta xonado!
    xx

    ResponderExcluir